Estudo destaca Adamantina como a melhor entre as pequenas cidades para envelhecer

20/07/2021 13h49

Novamente Adamantina figura entre as cidades com melhores indicadores entre os pequenos municípios do país, mas ainda existem pontos a melhorar

Everton Santos

Um indicador elaborado pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, organização sem fins lucrativos, aponta que o estado de São Paulo concentra a maior parte das cidades do Brasil onde há melhores condições de vida para idosos. E Adamantina obteve, por mais um ano, destaque, sendo considerada a melhor cidade entre os pequenos municípios para se envelhecer.

Na apresentação da cidade líder entre os menores municípios, o instituto cita o carinhoso apelido de Adamantina, a “Joia da Alta Paulista”. O estudo revela que a cidade de pouco mais de 35 mil habitantes tem a melhor pontuação (no Índice Firjan) dos 31 municípios da Nova Alta Paulista nos dados de emprego/renda, saúde e educação, além de ser destaque em ações de preservação ambiental previstas pelo Programa Município Verde Azul.

Adamantina foi a cidade mais bem avaliada na categoria cidades Pequenas. O principal destaque do município foi em termos de infraestrutura para Cuidados de saúde, essencialmente pela quantidade relativamente elevada de leitos em hospitais e de profissionais de psicologia disponíveis no sistema de saúde. Esses serviços colocaram a cidade entre as cinco com maior quantidade entre as cidades Pequenas.

Outro ponto constatado foi o maior Índice de Envelhecimento em Adamantina e um dos 15 maiores níveis de desenvolvimento social, colaborando para que a cidade fosse classificada como uma das líderes de Finanças no IDL 2020. Por fim, Adamantina foi identificada como uma das 10 cidades nas quais se encontrou a menor frequência de homicídios por arma de fogo entre as 596 que participaram do conjunto final de cidades Pequenas.

Cultura e engajamento foi a variável de menor desempenho de Adamantina, induzido pela reduzida frequência de usuários de serviços de TV por assinatura (277º entre 596 cidades Pequenas) e pela baixa ocorrência de casamento envolvendo pessoas idosas (187º).

A pesquisa atenta ainda para a concentração de renda em Adamantina e ocorrência de acidentes de trânsito envolvendo mortes, o que não permite colocar a cidade entre as 200 de melhor desempenho em nenhum desses indicadores, ocasionando a 107ª colocação em Indicadores gerais.

https://institutodelongevidademag.org/
longevidade-e-cidades/idl

Jornalista – Everton Santos

Boletim Informativo Covid-19

28/07/2021 17h04 Conforme informações da Vigilância Epidemiológica, esses dados são referentes ao dia 27 de julho. Os 10 leitos de UTI, são 9 do SUS e um particular/convênio.

Prefeitura de Adamantina fará pagamento do auxílio alimentação na folha de pagamento

28/07/2021 17h02 Considerando o encerramento do contrato com a prestadora de serviços de administração, gerenciamento e fornecimento de documentos de legitimação (cartões eletrônicos e outros),

SP amplia funcionamento de atividades econômicas até 0h a partir de domingo

28/07/2021 16h34 Índices de saúde com melhoras sucessivas e vacinação acelerada também permitem aumentar capacidade de atendimento presencial para até 80% O Governador João Doria

00:00