Euroclima aprova projeto elaborado em parceria entre UniFAI, Prefeitura e organização centro-americana

Projeto é voltado à produção resiliente de alimentos frente à mudança climática e atende ao chamamento da União Europeia a países latino-americanos

 

Por Daniel Torres

O Programa Euroclima+ aprovou nesta semana o projeto elaborado pelo consórcio liderado pela Comunidade Fronteiriça Trinacional Rio Lempa (Mancomunidad Trinacional Fronteriza Río Lempa, composto por nove municípios da Guatemala, El Salvador e Honduras) em parceria com o Centro Universitário de Adamantina (UniFAI), a Prefeitura de Adamantina e o Centro Universitário de Oriente da Universidad San Carlos, na Guatemala.

O projeto faz parte de um programa de cooperação regional entre a União Europeia (UE) e a América Latina com foco na produção resiliente de alimentos frente à mudança climática. O valor total de investimento é de € 1,5 milhão, ou seja, cerca de R$ 6,39 milhões, sendo que a cota da UniFAI e da Prefeitura corresponde a € 250 mil (€ 125 mil ou R$ 532,5 mil para cada parceiro).

“Iniciamos a partir de agora uma fase de preparação das condições prévias à execução, o que demanda reuniões presenciais ou virtuais para discutir a implementação da proposta envolvendo os dez municípios de quatro países e duas universidades”, explicou o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UniFAI, Prof. Dr. José Aparecido dos Santos.

Os avaliadores europeus qualificaram em 74,5 pontos, de um total de 100, a proposta de ação, capacidade técnica, infraestrutura e experiência em gestão de projetos, de acordo com o chamamento.

“Pedimos ao consórcio implementador para entrar, desde já, em contato com todos os PFNs [pontos focais nacionais] dos países onde se planejam atividades de seu projeto e realizar uma reunião virtual ou presencial com recursos próprios para apresentar a proposta do projeto. Uma vez cumpridos esses requisitos dos processos de revisão, o acordo de subvenção se celebrará entre a GIZ [Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit, Agência Alemã de Cooperação Internacional] e sua organização”, informou o comunicado encaminhado pelo Programa à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UniFAI.

“Existem alguns eixos nos quais iremos atuar, como o da compostagem com o uso de biotecnologia, recomposição da cobertura vegetal de algumas áreas degradadas e também o apoio a duas linhas de produção: agrícola e de leite. Professores, alunos da UniFAI e técnicos estarão envolvidos”, apontou Santos.

O projeto

O projeto, voltado à produção resiliente de alimentos frente à mudança climática, atende ao chamamento da UE a países latino-americanos e tem como solicitante principal a Comunidade Fronteiriça Trinacional Rio Lempa, uma entidade de direito público (associação de municípios), composta por 25 governos locais de El Salvador, Guatemala e Honduras, localizados em uma região de fronteira conhecida como Trifínio Centro-americano, além da UniFAI, Prefeitura de Adamantina e Centro Universitário de Oriente da Universidad San Carlos, na Guatemala, como co-solicitantes.

“O Euroclima vem no sentido de apontar caminhos frente à mudança climática que vem ocorrendo, principalmente levantando formas alternativas e adaptadas para a produção de alimentos, ou seja, um projeto voltado para a questão da segurança alimentar, fazendo com que o alimento chegue à mesa da população sem riscos, com boas práticas agrícolas e preservação ambiental”, explicou o Prof. Dr. José Aparecido dos Santos.

Histórico

Em abril de 2017 Adamantina recebeu a visita de uma delegação de autoridades municipais de três países da América Central que conheceu a experiência do vínculo entre uma Instituição pública municipal de Ensino Superior (na estrutura do Ensino, Pesquisa e Extensão) com a Prefeitura no desenvolvimento de políticas municipais de segurança alimentar e apoio à produção agrícola do município (agricultura familiar), oportunidade em que foi firmado o protocolo de intenções de cooperação técnica.

Depois dessa visita, a delegação centro-americana e representantes da UniFAI e da Prefeitura de Adamantina mantiveram contato e se uniram em um consórcio para atender ao chamamento do Euroclima no desenvolvimento de um projeto em conjunto. “Temos aqui a capacidade técnica, de recursos humanos, profissionais disponíveis e toda uma estrutura possível para atuar nesse chamamento”, justificou o pró-reitor.

Na América Latina, 54 propostas de 18 países foram apresentadas ao Euroclima e somente 15 foram pré-selecionadas, dentre elas a elaborada em parceria com a UniFAI.

“Esse projeto vem a somar com outro autorizado pela Energisa, sobre a compostagem, que vai trazer benefícios enormes para o município, para o meio ambiente e para toda a população, agregando a parceria entre a UniFAI e a Prefeitura. Esse projeto do Euroclima é um trabalho em conjunto com outros países que, além disso, representa uma troca de experiências muito legal”, avaliou o prefeito de Adamantina, Márcio Cardim (DEM).

“Trata-se de um projeto que é um divisor de águas para a UniFAI, pois é o passo rumo ao processo de internacionalização da nossa Instituição. Estamos extrapolando a nossa fronteira regional e nacional, trabalhando em conjunto com outros povos da América Latina, outra universidade [Universidad San Carlos, na Guatemala] e cooperação da União Europeia. A internacionalização é um requisito para a transformação do Centro Universitário em Universidade. E não vamos parar por aí. Mais adiante protocolaremos os projetos junto aos órgãos de fomento internacionais”, completou o reitor da UniFAI, Prof. Dr. Paulo Sergio da Silva.

fotoEuroclima aprova projeto elaborado em parceria entre UniFAI, Prefeitura e organização centro-americana; projeto é voltado à produção resiliente de alimentos frente à mudança climática e atende ao chamamento da União Europeia a países latino-americanos

Crédito da fotoCláudia Puerta

Diretora da Divisão de Comunicação: Jesana Lima

Assessoria de Imprensa / Jornalismo

Priscila Caldeira – MTb.: 8.148/PR
Daniel Torres – MTb.: 51.540/SP
Centro Universitário de Adamantina (UniFAI)

Euroclima_unifai_pref Adta

 

 

Lucélia – TG 02-071 pode ser reativado

18/05/2019 11h35 A iniciativa de solicitar a reativação da unidade militar do Tiro de Guerra de Lucélia foi do Poder Legislativo através do presidente da

“Estamos investindo na Santa Casa e, ao mesmo tempo, no ensino”, diz reitor da UniFAI sobre reforma da UTI

15/05/2019 16h50 Além dos novos leitos de UTI, foram estruturadas duas outras salas para atendimento e Fisioterapia Por Daniel Torres Colaborou: Jesana Lima Já estão

Vacinação contra Influenza segue até 31 de maio em Adamantina

15/05/2019 16h47 A Prefeitura de Adamantina, por meio de Secretaria da Saúde, informa que até o momento foram vacinadas 7.062 pessoas. Esse total indica que

00:00