Governo de SP discute apoio do Japão para Centro de Treinamento Paraolímpico

19/09/2019 20h43

Governador João Doria também apresentou projeto para criação da Casa de São Paulo, centro de cultura e memória, em Tóquio

O Governador João Doria se reuniu com a Governadora de Tóquio, Yuriko Koike, nesta terça-feira (17), para debater um modelo de cooperação bilateral de manutenção do Centro Paraolímpico Brasileiro, sediado em São Paulo. Durante o encontro, Doria também apresentou projeto para a criação da Casa de São Paulo em Tóquio, nos moldes da Japan House, inaugurada em 2017 na avenida Paulista.

“A governadora Koike gostou muito, ficou muito sensibilizada com os projetos que apresentamos. Falamos dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos, mas sobretudo sobre o Centro Paraolímpico Brasileiro, quando solicitei apoio para um modelo de cooperação para sua manutenção. O espaço é o maior e mais importante da  América Latina, forma não só atletas brasileiros, mas é usado para o treinamento de atletas da América do Sul. Além disso, o Centro Paraolímpico também atende pessoas deficientes, de origem humilde, que usam o espaço para treinar e ter uma experiência inclusiva”, declarou Doria.

A criação da Casa de São Paulo em Tóquio tem por objetivo preservar a memória dos dois países e sediar um espaço para o desenvolvimento de novas parcerias. “Queremos montar um centro cultural e de convivência que preserve a história e a memória dos mais de 100 anos de imigração japonesa. Em São Paulo, que abriga a maior colônia japonesa fora do Japão, já temos a Japan House. Agora precisamos criar um espaço semelhante no Japão, para resguardar a memória dessa parceria”, disse o Governador.

São Paulo e Japão

Desde 1973, o Governo de São Paulo já assinou 21 acordos de cooperações com o Japão em setores variados como segurança pública, meio ambiente, desenvolvimento econômico e educação, entre outros.

No Brasil, a comunidade japonesa conta com mais de 1,6 milhão de pessoas. Desse total, 1 milhão vive no estado de São Paulo. A cidade com o maior número de japoneses fora do Japão é a capital paulista, com mais de 350 mil. Já os cidadãos brasileiros no Japão são cerca de 180 mil, segundo dados tabulados em 2014.

A presença industrial e empresarial japonesa em São Paulo abrange os setores automotivo, eletroeletrônico, construção imobiliária, financeiro, transportes, produtos químicos, consultoria e outros.  Yamaha Motor, Toyota, Sony, Nissan, Mitsubishi e Epson são algumas das empresas em destaque.

Polos de desenvolvimento econômico

O Governo do Estado promoveu a criação de 12 polos de desenvolvimento econômico neste ano. O objetivo dos polos é incentivar o aumento da produtividade da indústria com atração de investimentos e geração de emprego e renda, reunindo políticas para determinados setores produtivos em cada região geográfica de São Paulo.

Confira fotos, áudio e vídeo do evento em:

– Portal do Governo: saopaulo.sp.gov.br

– Flickr: flickr.com/governosp

– SoundCloud: soundcloud.com/governosp

– Vimeo: vimeo.com/governosp

 

Assessoria de Imprensa
Secretaria Especial de Comunicação

Enfermagem faz recepção a ingressantes e veteranos para o ano letivo de 2024

23/02/2024 17h05 Atividade de acolhimento contou com apresentação da Cia. Multiverso Teatral, no miniauditório do bloco V Por Priscila Caldeira O curso de Enfermagem do

Prefeitura de Adamantina abre processo seletivo para contratação de estagiários

23/02/2024 17h01 Interessados devem efetivar a inscrição de 23 de fevereiro a 4 de março A Prefeitura de Adamantina, por meio da Secretaria de Administração,

Centro de Integração da Cidadania abre inscrições para profissionalização de motoristas

23/02/2024 16h59 Iniciativa visa proporcionar oportunidades para pessoas desempregadas que possuem CNH categoria B, C ou D Sex, 23/02/2024 – 11h29 | Do Portal do

00:00