Núcleo de Mediação Comunitária (Numec) é instalado em Adamantina

06/10/2019 18h10

A solenidade de instalação aconteceu no dia (4/10), na sede da Polícia Militar, 2ª Cia. do 25º Batalhão, em Adamantina, sendo este o 9° Núcleo de Mediação Comunitária (Numec) do Estado de São Paulo.
O espaço é fruto de parceria entre a PM e o Tribunal de Justiça (TJ/SP) firmada em outubro do ano passado, cuja iniciativa conta com parceria do Cejusc (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania) do Poder Judiciário paulista.

O evento contou com a presença do desembargador José Carlos Ferreira Alves, coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do TJ/SP; do coronel PM Adilson Luís Franco Nassaro, comandante do CPI-8 de Presidente Prudente; Capitão Julio Romagnoli, do professor Francisco Torturello; representando o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholli, do representante do deputado Estadual Mauro Bragato; Kleber Bragatto, além de representantes do Poder Judiciário, Ministério Público, Poder Executivo, Poder Legislativo, Polícia Civil, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e outras autoridades civis e militares da Comarca e região.

O Numec local passa a desenvolver ações de mediação comunitária aos moradores de Adamantina e Mariápolis nos moldes estabelecidos pela Resolução 125/10 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com o objetivo de solucionar conflitos de forma pacífica, transformando litígios em entendimentos, de comum acordo entre os partícipes, sem a necessidade de recorrer ao Poder Judiciário para a resolução das demandas.
“Meios opcionais para solução de conflitos”

Em sua fala, e no ato representando o presidente do TJ/SP, o desembargador José Carlos Pereira Alves destacou aspectos positivos da cidade, de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e segurança pública, e pontuou sobre o papel estratégico da Polícia Militar nos temas que envolvem mediação e solução de conflitos. “A Polícia Militar tem uma cultura própria de resolução de conflitos, onde aflora, desde muito tempo, a conciliação e mediação”.

Em seguida o desembargador citou o volume de processos que tramitam nos tribunais em todo o Brasil – cerca de 90 milhões, dos quais cerca de 30 milhões nos tribunais paulistas – e contextualizou que esses números não são fruto da inércia do poder judiciário, mas sim da cultura adversarial, de litígio. Segundo o desembargador, muitos cidadão, de antemão, já se posicionam contra uma possibilidade de acordo. “Vamos fazer o que o juiz mandar”, ilustra. “Está aí o resultado. São 30 milhões de ações em São Paulo. É uma carga invencível”, pondera.

Nesse ambiente, ele põe defensor da mediação e conciliação. “Alguma coisa precisava ser feita e modificada, sem aquele rigorismo formal, sem aquela inflexibilidade procedimental própria das ações judiciais”, diz.
Para o desembargador, a conciliação e mediação representam a troca de um ponto final por uma vírgula. “Mesmo que não se chegue a um acordo quanto ao objeto final do conflito, o restabelecimento do diálogo já é uma vitória, já é aquilo que se busca, destacou.

Fotos:
Desembargador do TJ/SP José Carlos Fereira Alves, juízes da comarca de Adamantina Ruth Duarte e Fábio Sola e o capitão PM Júlio Marcelo Romagnoli, Prefeito Prof. Márcio Cardim, Presidente da Câmara Ver. Edinho Ruete, Engº Dr Aguinaldo Fanaro, entre outras autoridades.

Erivaldo Lopes
Jornalista
colaborou Prof. Francisco Torturello

áudio da solenidade de instalação do Numec

entrevista com o Desembargador José Carlos Ferreira Alves

entrevista com o Coronel Franco

20191004_15245220191004_15351520191004_15463220191004_16035020191004_16054720191004_16073520191004_16073820191004_16075520191004_16080020191004_16125220191004_16125420191004_16161620191004_16161720191004_16162120191004_16243020191004_16294120191004_16300720191004_16500320191004_16500420191004_16512520191004_16513020191004_16513320191004_16513720191004_16530320191004_16531220191004_16553920191004_16555120191004_165708(0)20191004_171514IMG 20191004 WA0027IMG 20191004 WA0035IMG 20191004 WA0036IMG 20191004 WA0037IMG 20191004 WA0038IMG 20191004 WA0039IMG 20191004 WA0041IMG 20191004 WA0042

Centro Universitário de Adamantina: Compromisso com a Excelência no Ensino e Investimento Contínuo na Saúde

17/06/2024 18h11 Decisão do TJ-SP autoriza continuidade dos Internatos em São Carlos Por Jesana Lima O Centro Universitário de Adamantina reafirma seu compromisso com a

Junta de Serviço Militar de Adamantina informa que jovens de 18 anos devem fazer alistamento no mês de junho

17/06/2024 18h09 Prazo vai até o dia 30! A Junta de Serviço Militar de Adamantina informa que os jovens nascidos em 2006 e que completam

Prefeitura de Adamantina inaugura obra de infraestrutura urbana na vicinal Moysés Justino da Silva

17/06/2024 18h06 Solenidade acontece nesta terça-feira (18) a partir das 9h30 Ainda na programação de inaugurações em meio às comemorações pelos 75 anos de Adamantina,

00:00