Doria anuncia R$ 17,2 bilhões em novos investimentos para SP no fechamento do Fórum Econômico Mundial

25/01/2020  21h50

Governador foi conferencista em dois painéis e participou de 34 reuniões com líderes empresariais e representantes de governos de todo o mundo

O Governador João Doria encerrou a participação no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. Ele esteve em 34 reuniões com líderes empresariais e governamentais de todo o mundo e foi conferencista em dois painéis do evento.

Doria foi palestrante ao lado de nomes como o ex-vice-presidente dos EUA Al Gore e o presidente da Colômbia, Iván Duque. A comitiva do Governo de São Paulo também contou com a participação dos Secretários de Estado Julio Serson (Relações Internacionais) e Patricia Ellen (Desenvolvimento Econômico).

Nas palestras, Doria pontuou que o progresso nos próximos 50 anos está diretamente ligado à nova revolução digital, controle das mudanças climáticas e redução da desigualdade social. Ele apresentou exemplos adotados em São Paulo que permitem soluções inovadoras e melhorias diretas na qualidade de vida da população. Um deles foi a concessão Piracicaba/Panorama, que prevê compensação de emissões de gás carbônico por parte do grupo privado que assumirá cerca de 1,2 mil km em rodovias no Estado.

O Fórum terminou com importantes anúncios para São Paulo. Seis empresas confirmaram investimento somado de R$ 17,2 bilhões em várias regiões do Estado.

“A soma de compromissos destas seis empresas nesses próximos quatro anos é de R$ 17,2 bilhões. Um resultado excepcionalmente bom para São Paulo”, declarou o Governador. “Com novos investimentos, você tem mais empregos e mais prosperidade econômica”, acrescentou Doria.

As empresas que declararam interesse em fazer novos aportes em São Paulo atuam em áreas como infraestrutura, logística, geração de energia, celulose, alimentação e bens de consumo.

A lista inclui a asiática Bracell, as europeias Nell Energia, Enel e Acciona e as norte-americanas Procter & Gamble e PepsiCo.

“São Paulo foi tratado como um país devido à força de sua economia e seus 46 milhões de habitantes. Há muito respeito por São Paulo e, felizmente, pelo trabalho que o Governo do Estado tem realizado”, declarou Doria.

“Trabalhamos com foco e objetividade. Investimos nosso tempo para proporcionar novos empregos, prosperidade e paz social”, concluiu.

O Governador de São Paulo e o Ministro da Economia, Paulo Guedes, foram as únicas autoridades públicas brasileiras convidadas a participar como conferencistas nos diversos painéis de debate promovidos em Davos. Também foi a terceira participação seguida de Doria como conferencista convidado do Fórum Econômico Mundial.

Escritório em Dubai
A próxima missão oficial do Estado no exterior acontecerá entre os dias 8 e 13 de fevereiro, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Na ocasião, o Governador Doria irá inaugurar um escritório comercial no Oriente Médio para atrair mais investimentos para São Paulo e fortalecer as relações bilaterais com países da região.

Esse será o segundo escritório comercial de São Paulo no exterior. O primeiro foi lançado em agosto de 2019, em Xangai, centro financeiro e maior cidade da China.

 

Assessoria de Imprensa
Secretaria Especial de Comunicação

Centro Universitário de Adamantina: Compromisso com a Excelência no Ensino e Investimento Contínuo na Saúde

17/06/2024 18h11 Decisão do TJ-SP autoriza continuidade dos Internatos em São Carlos Por Jesana Lima O Centro Universitário de Adamantina reafirma seu compromisso com a

Junta de Serviço Militar de Adamantina informa que jovens de 18 anos devem fazer alistamento no mês de junho

17/06/2024 18h09 Prazo vai até o dia 30! A Junta de Serviço Militar de Adamantina informa que os jovens nascidos em 2006 e que completam

Prefeitura de Adamantina inaugura obra de infraestrutura urbana na vicinal Moysés Justino da Silva

17/06/2024 18h06 Solenidade acontece nesta terça-feira (18) a partir das 9h30 Ainda na programação de inaugurações em meio às comemorações pelos 75 anos de Adamantina,

00:00